CAPIVARA-HEADER-1
Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

‘Divertida Mente’: a fantasiosa jornada emocional da Pixar

A animação que retorna às telonas no dia 20 junho, se tornou referência no cinema e na discussão sobre a saúde mental.




Em 2015, a Pixar inovou novamente no campo da animação e fez o que ninguém havia feito ainda: dar vida às nossas emoções. ‘Divertida Mente‘ (Inside Out) é um dos filmes mais aclamados do estúdio de animação americano, celebrado por sua abordagem sensível sobre a mente humana. Dirigido por Pete Docter, o longa-metragem leva o público para dentro da cabeça de uma menina de 11 anos, Riley, onde cinco emoções — Alegria, Tristeza, Raiva, Medo e Nojinho — tentam guiá-la através das mudanças da vida. No dia 20 de junho, os personagens retornarão com novas aventuras e emoções, que prometem aprimorar ainda mais essa aventura.


Um conceito inovador

A ideia do filme surgiu quando Pete observou sua própria filha passando pela transição da infância para a adolescência. Inspirado pelas mudanças emocionais que viu, Docter começou a desenvolver um filme que explorasse o funcionamento interno da mente humana. Para criar uma representação autêntica e acessível das emoções e da memória, a equipe da Pixar consultou psicólogos e neurologistas, garantindo que a base científica do filme fosse sólida.

O filme foi criado há cerca de cinco anos, período em que a equipe enfrentou grandes dificuldades ao tentar representar conceitos abstratos, de forma visualmente atraente e compreensível. A solução foi personificar as emoções como personagens vibrantes e bem definidos, cada um com sua própria personalidade e papel na vida de Riley.


Personagens encantadores

Em Divertida Mente, cada emoção desempenha um papel essencial para o bem-estar de Riley. A Alegria, dublada por Amy Poehler (Miá Mello no Brasil), é otimista e sempre olha pelo lado positivo das coisas. Tristeza, com a voz de Phyllis Smith (Katiuscia Canoro na versão nacional), é melancólica e introspectiva, mas fundamental para o desenvolvimento emocional de Riley. Raiva, Medo e Nojinho, dublados respectivamente por Lewis Black, Bill Hader e Mindy Kaling (Léo Jaime, Otaviano Costa e Dani Calabresa na versão brasileira), completam o elenco com suas próprias tonalidades, mostrando que cada emoção tem sua importância.


O estilo dos personagens também é marcante. A equipe da Pixar usou cores vibrantes e texturas únicas para diferenciar cada emoção, criando uma estética encantadora e funcional. Essa atenção aos detalhes ajudou a tornar as emoções instantaneamente reconhecíveis.


Em ‘Divertida Mente 2’, novas emoções irão integrar a história: Ansiedade, a Inveja, ao Tédio e a Vergonha. A expectativa é de que este aumento da gama de emoções de Riley traga novas discussões sobre a saúde mental.


O sucesso orgânico

A animação foi amplamente elogiada desde o seu lançamento, devido à sua originalidade, densidade dramática e profundidade psicológica. O filme arrecadou mais de 850 milhões de dólares em bilheteria mundial e ganhou o Oscar de Melhor Filme de Animação, entre outras premiações.

Ultrapassando os aspectos do entretenimento, o filme é frequentemente utilizado em contextos educacionais e terapêuticos para ajudar crianças e adultos a entenderem e expressarem suas emoções. Muitos psicólogos e educadores encontram na história, uma ferramenta valiosa para iniciar conversas sobre saúde mental e bem-estar emocional.


Curiosidades

A fim de assegurar a precisão, os criadores consultaram especialistas em psicologia, neurologia e desenvolvimento infantil. Paul Ekman, um psicólogo renomado por seu trabalho sobre emoções, foi um dos consultores do filme.

Desafios de Design: Inicialmente, os designers lutaram para criar visualmente a personagem Tristeza. Casualmente, ela foi desenhada com formas arredondadas e uma paleta de cores frias para transmitir sua natureza suave e melancólica.

Mundos Internos: Além da sede das emoções, o filme explora diversas partes da mente de Riley, como a Ilha da Família, a Ilha da Amizade e a Ilha da Bobeira, representando diferentes aspectos de sua personalidade e experiências.

Aprofundamento Emocional: Uma das cenas mais importantes é quando a Alegria percebe que a Tristeza tem um papel relevante na vida de Riley, o que torna o filme mais genial e aprofundado em relação à complexidade das emoções humanas.


Um legado permanente

‘Divertida Mente’ causou impacto no coração e na mente do público. Ele aborda tópicos complexos, como mudança, crescimento e a relevância de todas as emoções, atingindo todas as faixas etárias e refletindo internamente em todas as idades.

O filme continua sendo uma referência no cinema, na discussão sobre a saúde mental, e até mesmo na cultura popular. Com isso, a Pixar mostra que além de dominar a arte da animação, também impacta na arte de contrar histórias que refletem a condição humana.



‘Divertida Mente 2’ estreia dia 20 de junho somente nos cinemas e os ingressos já estão à venda. Não deixe de se divertir e se envolver com a continuação desta viagem emotiva.

TALVEZ VOCÊ GOSTE DESTAS POSTAGENS :

  • All Post
  • coberturas
  • Críticas
  • Entrevistas
  • festival
  • Filmes
  • Games
  • Geek
  • Groover
  • Home
  • Mais
  • Musica
  • notícia
  • Séries
  • Shows
  • Teatro

Vídeos:

Lil Nas X – Long Live Montero: uma celebração ao sucesso e a autenticidade do artista
‘LOOM’: Ouça o novo disco do Imagine Dragons
‘Achadinhos do Groover XI’ traz 9 faixas para embalar seu fim de semana
O que podemos esperar da passagem de Lenny Kravitz pelo Brasil
RAYE: A nova sensação do R&B que você precisa conhecer
previous arrowprevious arrow
next arrownext arrow
 

LançamentoS:

Edit Template

© Copyright 2023 Capivara Alternativa – Todos os direitos reservados.

Pular para o conteúdo