CAPIVARA-HEADER-1
Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

‘Achadinhos do Groover VIII’ traz 10 músicas para curtir no feriado!

Na oitava edição da lista ‘Achadinhos do Groover‘ tem música para todos os gostos: do pop ao metal, e da música internacional ao melhor da música brasileira. No nosso cantinho da música independente, fizemos uma curadoria daquelas e trouxemos alguns dos artistas que estão quebrando tudo e mais um pouco para você conhecer.

A gente sabe que tem feriado chegando esta semana e, como para muitos de vocês vai ser um feriadão, montamos uma listona também, com DEZ faixas imperdíveis, para você curtir enquanto pega aquela praia… ou descansa no sofá de casa mesmo. Confira:

“Flor de Cerejeira” de Dani Bessa

Com um som amadurecido, o cantor e compositor Dani Bessa aparece novamente em uma edição da nossa lista! Desta vez, ele chega aqui com “Flor de Cerejeira“, uma faixa indie rock contagiante que vai ficar na sua cabeça muito após o fim. A melodia lembra um pouco o som nostálgico de bandas como Paralamas do Sucesso mas, ainda assim, consegue criar sua própria sonoridade também, com a adição de sintetizadores e um vocal que ecoa na mente (e no coração).

A letra da música é um de seus pontos altos. Ela é fluida, brinca de forma poética e inteligente com as palavras, e transmite emoções complexas de forma simples e direta. Ouvindo a faixa, a impressão que fica é a de que ela diz tudo o que precisava dizer e como queria dizer. Isso é especialmente impressionante porque a letra também encaixa muito bem com os instrumentais. O trabalho vem acompanhado de um belo clipe, que foi gravado em São Paulo e em Tóquio.

“Should’ve Learned (I’m Sorry)” de Jupiter Cubero

Should’ve Learned (I’m Sorry)” de Jupiter Cubero é uma faixa viciante e que rapidamente conquista o ouvinte. Parece até música-tema de filme! Por isso, ela não poderia ficar de fora da nossa lista de indicações! A canção possui uma letra sincera, inteligente, e cheia de sentimento; transmitindo claramente a mensagem a que se propõe, bem como um pouco da personalidade de Jupiter.

Depois de ouvir o single algumas vezes, é quase impossível não cantar junto. A melodia evolui de forma muito natural e Jupiter faz questão de brincar bastante com o dinamismo da canção: quando há muita repetição na letra, por exemplo, os instrumentais se alternam bastante e trazem algum elemento novo aos ouvidos.

A voz de Jupiter é um evento por si só e os backing vocals etéreos utilizados na faixa dão um sentido ainda mais profundo ao tema de “dúvidas e culpa por perder alguém que se ama”. Recentemente, Jupiter lançou o incrível álbum “As a Human”, que pode ser encontrado em todas as plataformas de streaming.

Fãs de artistas como Leah Nobel devem curtir bastante esta indicação.

Musica” de Daniel Zé

Tá afim de ouvir uma música super criativa? Então já vai salvando aí na sua playlist: “Musica” do Daniel Zé.

A faixa fala sobre música como se esta fosse uma pessoa, e muito habilmente desabafa sobre os desafios de uma vida artística. Um dos trechos mais impactantes da letra é quando o cantor e compositor descreve que outros empregos parecem uma sala de espera, até que as coisas com a “Musica” finalmente deem certo.

Além de ser um excelente liricista, Daniel também investe pesado em suas melodias. Nesta faixa em específico, ele traz diferentes sons, instrumentos, e influências rítmicas. O que começa lembrando ‘La belle de jour‘, de Alceu Valença, rapidamente toma outro rumo e passeia pelo pop, pelo samba, pela MPB e muito mais, criando um som único.

Daniel Zé já foi indicado na nossa Achadinhos do Groover: Volume IV, e figura novamente em nossa lista porque acreditamos que ele seja uma das grandes promessas da música popular brasileira.

“Custom Made” de Emergency Tiara

Com uma história de vida emocionante, a japonesa Emergency Tiara acaba de lançar “Custom Made”. A faixa é um pop psicodélico com pitadas de retrô wave e uma linha de baixo que conquista o ouvinte já em seus primeiros segundos. A batida é leve, divertida, e descontraída, combinando muito com a temática da música, que celebra a resiliência dos corpos humanos.

O single é bastante dinâmico e especialista em quebrar expectativas: quando o ouvinte espera uma nota aguda, ele traz uma grave, e vice-versa. À cada novo trecho da faixa, encontramos algum detalhe único, claramente muito bem pensado, e que dá continuidade a essa ideia de surpreender quem está ouvindo, e mantê-lo interessado do início ao fim. Fãs de Superorganism e The Asteroids Galaxy Tour tem tudo para gostar bastante desta faixa.

Contradição” e “Tênis Velho” de VERANEIO

O trio paulista VERANEIO é composto pelos músicos Deise Jacinto, Fabiano Ribeiro e Gustavo Barrinovo. Os três possuem projetos musicais individuais mas, em 2023, resolveram também se unir e formar a banda. Eles se destacam por misturar elementos orgânicos e eletrônicos em seu som, bem como por se intercalarem no papel de vocalista principal. Além disso, suas harmonias vocais são sempre muito melodiosas e bem trabalhadas.

O grupo lançou duas faixas até o momento, e nós recomendamos as duas justamente pela diferença de sonoridade e temática entre elas. A mais recente é “Tênis Velho”, que com sua melodia intimista e envolvente, é uma excelente companhia para os dias que pedem um pouco mais de introspecção e nostalgia. 

Enquanto isso, “Contradição” convida o ouvinte para dançar e surpreende com suas reviravoltas sonoras, que acontecem a cada 30 segundos. Com uma letra poderosa e instrumentais viciantes, a faixa só tem um defeito: acabar rápido demais. Fãs do trio SHAED podem gostar bastante da sonoridade de VERANEIO.

“No Second Chance” de Sophia Sheth

Trinta segundos. Isso é tudo o que Sophia Sheth precisa na faixa “No Second Chance” para prender a sua atenção. A melodia é viciante, os vocais bem produzidos, e a vibe meio retrô é diferente de tudo o que a cantora, compositora, e produtora já lançou até o momento. Sophia também já apareceu na nossa lista de recomendações anteriormente, na terceira e na quinta edições, mas sua capacidade de se reinventar a cada novo projeto nunca deixa de impressionar.

No Second Chance” é uma das 12 faixas que compõem “Stardust”, seu recém-lançado álbum de estreia. Nele, a artista mistura muito pop, indie, e trap para criar uma sonoridade única, que permeia de forma muito coesa em todos os seus singles.

Living For The Future” de Almo

Um acorde de piano tocante, que reverbera no ouvido e se posiciona em um limiar particular entre James Blunt e Elton John. Assim começa “Living For The Future“, do artista francês Almo. O nome artístico tem tudo a ver com o cantor, já que a faixa se propõe justamente a tocar a alma do ouvinte.

O single se apoia em um piano bem marcado e uma voz emocionante, combinação esta simples mas poderosa. Juntos, os elementos tentam expressar uma sensação que todo mundo consegue se identificar: a apreensão pelo futuro. Em seu desenvolvimento, a música mais parece uma carta intimista, onde o compositor se permite desabafar sobre seus receios, suas esperanças, e o que o fortalece. Almo faz isso de uma forma muito eloquente tanto na letra, quanto na melodia, o que prende a atenção de quem ouve a faixa até o fim.

Recentemente, o compositor lançou um EP chamado “Almo Solo“, que é tão tocante quanto “Living For The Future“. Vale a pena conferir!

“Emotion” de XOXO

O misterioso artista XOXO acaba de lançar a empolgante “Emotion”, nossa próxima recomendação para a sua playlist. A faixa começa com uma linha de guitarra empolgante, que é complementada por vocais angelicais. Ambos logo ganham um significado diferente quando o bass dropa, trazendo também maior riqueza à melodia. A sensação que fica é a de que o artista tenta encapsular a complexidade de emoções conflitantes em seus instrumentais e spoiler: deu certo.

Mesmo com vários elementos diferentes coexistindo ao mesmo tempo, todos funcionam em perfeita harmonia e são viciantes de acompanhar. A música tem tudo para agradar tanto quem prefere dançar sozinho em seu quarto, quanto grandes pistas de dança ao redor do mundo.

“Lola” de Dan Mudd

Com vocais guturais e um timbre único, Dan Mudd já começa “Lola” com muita intensidade e mostrando a que veio! A voz é a estrela principal da faixa, e ela ecoa livremente em vários trechos da canção, onde fica claro que o instrumental está ali mais para apoiar todos os malabarismos impressionantes da voz de Dan. Inclusive, um dos mais interessantes deles são os agudos potentes que o cantor estende no meio de sua voz rouca.

O gênero pop rock predomina na melodia, que se utiliza de vários elementos como uma linha de guitarra mais forte e estalar de dedos, para criar uma sonoridade interessante. 

Um ponto curioso sobre a faixa são as dualidades que a permeiam. A melodia soa sensual mas, ao mesmo tempo, também cheia de emoções e sentimentos. Ela parece suplicar por algo específico mas, ao mesmo tempo, tem alguma coisa em sua sonoridade que a torna misteriosa também. Resumindo: é um banquete para quem gosta de artistas como Rag’N’Bone Man e Dermot Kennedy.

Damaged” de Amerakin Overdose

Com uma letra envolvente, vocais potentes, e uma melodia que está sempre disposta a surpreender, o grupo norte-americano Amerakin Overdose chega à nossa lista com “Damaged”. A faixa é o primeiro single do vindouro novo álbum da banda, “Artificial Infection”, que será lançado em 12 de julho.

Damaged” é inspirada por bandas como Slipknot e Static X, mas, ainda assim, consegue criar um som único. A música mistura nu metal com industrial, e tem também algumas pitadas de música eletrônica, com seus sintetizadores bem marcados. Ela também agrega alguns sons incomuns no gênero, como o de batidas de palma, já em sua intro.

Rompendo todas as expectativas, em vez de grandes gritos estridentes, a faixa opta por uma abordagem mais tranquila no refrão, indo por uma vertente mais melódica e compassada, quase como se fosse um respiro de toda a energia lá em cima que ela traz sem parar desde o começo. Outros pontos de destaque de “Damaged” são suas transições bem costuradas, mescla de vocais mais pesados e melódicos, e instrumentais muito precisamente sincronizados.

E aí? Qual foi a sua preferida? Comenta com a gente pelo Twitter e Instagram.

TALVEZ VOCÊ GOSTE DESTAS POSTAGENS :

  • All Post
  • coberturas
  • Críticas
  • Entrevistas
  • festival
  • Filmes
  • Games
  • Geek
  • Groover
  • Home
  • Mais
  • Musica
  • notícia
  • Séries
  • Shows
  • Teatro

Vídeos:

O que podemos esperar da passagem de Lenny Kravitz pelo Brasil
RAYE: A nova sensação do R&B que você precisa conhecer
Tudo o que sabemos sobre ‘Moon Music’, o novo álbum do Coldplay
Finalmente: Katy Perry anuncia novo single para julho
6 músicas famosas que foram inspiradas por clássicos da literatura
previous arrowprevious arrow
next arrownext arrow
 

LançamentoS:

Edit Template

© Copyright 2023 Capivara Alternativa – Todos os direitos reservados.

Pular para o conteúdo