CAPIVARA-HEADER-1
Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

‘Divertida Mente 2’ faz a espera valer a pena e emociona o público mais uma vez

Novo filme da Pixar continua a história da personagem Riley, enquanto ela navega pela adolescência e lida com o surgimento de novas emoções.

Seguindo o sucesso da animação ‘Divertida Mente‘ (2015), a Pixar resolveu dar continuidade ao universo das emoções mais carismáticas do cinema e lançar ‘Divertida Mente 2‘. O longa narra a história da personagem Riley (dublada por Isabella Guarnieri) que acaba de se mudar para uma cidade nova. Além dos desafios enfrentados por lá, a menina entra na puberdade e precisa lidar com 4 novas emoções: a Ansiedade (dublada por Tatá Werneck), Vergonha (dublado por Fernando Mendonça) , o Tédio (dublado por Eli Ferreira), e a Inveja (que no Brasil recebe a voz de Gaby Milani).

Relembrando ‘Divertida Mente’

Para quem não lembra, o longa de 2015 personifica algumas das principais emoções humanas: a Alegria (dublada por Miá Mello), o Medo (dublado por Otaviano Costa), a Tristeza (dublada por Katiuscia Canoro), Raiva (dublado por Leo Jaime), e Nojinho (dublada por Dani Calabresa). Além disso, ele mostra como esses personagens agiriam dentro de um cérebro, no caso, o da Riley; controlando suas reações às mais variadas situações ao longo da vida.

Divertida Mente‘ traz muitas reflexões interessantes e, por isso, acaba entretendo não apenas ao público mirim, mas também aos adultos. Ele usa uma linguagem naturalmente engraçada, que é capaz de abraçar e ressoar com todas as idades. O roteiro não foge de temas complicados, muito pelo contrário, ele explica tudo sem infantilizar os conceitos e nem simplificá-los demais. Temas como a importância de sentir todas as emoções (até as mais estigmatizadas), bem como a complexidade e possibilidade de se sentir várias coisas ao mesmo tempo, são alguns dos principais abordados aqui.

Outro destaque lúdico do filme é também mostrar o que se passa na cabeça de cães, gatos, e outros personagens da trama.

Pôster de ‘Divertida Mente’ | Foto: Divulgação
O que retorna em ‘Divertida Mente 2’

Apesar de chegar às telonas 9 anos depois, ‘Divertida Mente 2‘ repete muitas das proezas de seu antecessor. Ele continua explorando temas difíceis, alguns até um pouco amargos, com a mesma naturalidade do primeiro: sem tratar seu público-alvo, as crianças, como bobos.

Esse, talvez, seja um dos pontos altos da maioria dos filmes da Pixar. E é, sem dúvidas, uma receita que o universo de ‘Divertida Mente 2‘ continua seguindo. O roteiro enriquece, de forma inteligente, a ida ao cinema dos adultos, ao mesmo tempo em que diverte as crianças.

O longa continua focando na história de Riley e suas emoções, um ano após os acontecimentos de ‘Divertida Mente‘. Por isso, vários dos conceitos originais voltam e se mantêm como parte integral da narrativa. As emoções de Riley continuam se misturando, com várias delas harmoniosamente tomando o controle do painel ao mesmo tempo. Aqui, dificilmente vemos memórias de uma cor só. Além disso, o filme continua a mostrar imagens do funcionamento do cérebro de outros personagens, o que contribui para uma narrativa ainda mais divertida.

O trabalho da dublagem, tanto dos novos personagens, quanto dos originais, é mais uma vez primoroso. A voz de Tatá Werneck, por exemplo, está irreconhecível como Ansiedade, e o mesmo se pode dizer sobre todos os outros personagens. O script da dublagem também é genial, com muitas gírias, memes, e referências à cultura pop brasileira.

O que muda no longa

Porém, ‘Divertida Mente 2‘ também aprofunda o seu universo. Ele traz vários novos conceitos psicológicos interessantes, como o “senso de si”, que trabalha com a ideia de que quando você tem uma convicção sobre si mesmo, é a sua própria consciência que te faz agir, não suas emoções. Logo, o filme aborda temas como regulação emocional, inteligência emocional, personalidade própria, pressão social e muito mais.

Quem já sofreu com crises de ansiedade ou possui transtorno de ansiedade generalizada, pode gostar bastante do filme. Ele aborda de forma muito delicada e realista como a ansiedade se manifesta. Inclusive, mais para o final da trama, algumas lágrimas podem rolar, então é bom levar lencinhos! Até a forma como a personagem Ansiedade é construída dá um pouquinho de gatilho em quem lida com esse sintoma na vida real. Isso porque, além de suas ações, sua forma de falar e pensar também incorporam muito bem a essência de uma pessoa ansiosa.

Apesar de alguns personagens se mostrarem como uma espécie de “antagonista” é muito interessante como o longa os explora de forma completa e mostra que, no fundo, não existem vilões e nem mocinhos aqui. Todos estão fazendo o melhor que podem enquanto seguem sua própria natureza, ninguém é mal intencionado, por assim dizer. Há presença de dualidade e complexidade nos personagens. E, nunca deixa de surpreender, a forma como o roteiro abre espaço para a profundidade, ao mesmo tempo em que passa tudo numa linguagem fácil de compreender.

Foto: Divulgação
O veredicto

O filme se apoia em várias teorias psicológicas e mostra sintomas como o estresse, a ansiedade, a baixa auto-estima, mas tudo de uma forma que, apesar de sutil, também fica bem clara ao público. Um espectador mais atento vai se encontrar na dúvida entre analisar com profundidade os personagens, ou só embarcar no universo paralelo que ‘Divertida Mente 2‘ propõe. Isso é cinema.

Apesar da narrativa principal do filme ficar um pouco repetitiva: novamente com uma emoção que tenta se sobrepor às outras que, por sua vez, ficam perdidas tentando encontrar o caminho de volta para casa, o filme emociona. Ele faz rir, chorar, se identificar, e serve até como uma ferramenta de auto-análise. Como sempre neste universo, também é muito interessante acompanhar as explicações criativas que o roteiro fornece a respeito do funcionamento da mente humana.

O Futuro da saga de Riley

Apesar de um terceiro filme ainda não ter sido confirmado, os criadores de ‘Divertida Mente‘ parecem abertos à ideia. Kelsey Mann e Mark Nielsen afirmaram em entrevista ao Total Film que tiveram ideias para ‘Divertida Mente 2‘ que não foram exploradas no filme. Nielsen contou que várias ideias ótimas surgiram mas que precisaram ser deixadas de lado no momento: “Mas quem sabe o que vai acontecer no futuro? […] Vários personagens e sets que não foram usados merecem viver mais um dia“.

Os comentários de Mann sobre a saga também parecem apontar para um futuro otimista: “Tem coisas que eu sei que nunca vão funcionar, mas tem coisas que eu penso: ‘É uma ideia ótima e muito engraçada. Precisa ser vista alguma hora’“.

‘Divertida Mente 2

(Estados Unidos, 2024, 96 min). Direção: Kelsey Mann. Animação/Comédia. Estreia 20 de junho nos cinemas de todo o Brasil.

TALVEZ VOCÊ GOSTE DESTAS POSTAGENS :

  • All Post
  • coberturas
  • Críticas
  • Entrevistas
  • festival
  • Filmes
  • Games
  • Geek
  • Groover
  • Home
  • Mais
  • Musica
  • notícia
  • Séries
  • Shows
  • Teatro

Vídeos:

Lil Nas X – Long Live Montero: uma celebração ao sucesso e a autenticidade do artista
‘LOOM’: Ouça o novo disco do Imagine Dragons
‘Achadinhos do Groover XI’ traz 9 faixas para embalar seu fim de semana
O que podemos esperar da passagem de Lenny Kravitz pelo Brasil
RAYE: A nova sensação do R&B que você precisa conhecer
previous arrowprevious arrow
next arrownext arrow
 

LançamentoS:

Edit Template

© Copyright 2023 Capivara Alternativa – Todos os direitos reservados.

Pular para o conteúdo